Nova variante do Coronavírus chega a São Paulo

Não há indícios de que o novo vírus é mais resistente às vacinas que já estão em uso. Foto: Governo do México/Divulgação

Rafael Rigues

O laboratório de diagnósticos Dasa detectou e notificou ao Instituto Adolfo Lutz e à Vigilância Sanitária, nesta quinta-feira (31), os dois primeiros casos da nova variante do Coronavírus em São Paulo. Segundo a empresa, esta é a mesma mutação que foi encontrada no Reino Unido e que preocupa as autoridades de saúde.

De acordo com o G1, o estudo que identificou esta variante do Coronavírus no Brasil começou em meados de dezembro, quando as primeiras informações científicas foram publicadas no Reino Unido.

A Dasa analisou 400 amostras de RT-PCR de saliva e confirmou a cepa por meio de sequenciamento genético, em parceria com o Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IMT-FMUSP).

Esta nova variante do Coronavírus é 56% mais contagiosa que a atualmente em circulação, e já foi registrada em mais 17 países. No Reino Unido, ela já representa mais de 50% dos novos casos diagnosticados. Não há indícios de que ela seja mais letal, ou mais resistente às vacinas que estão atualmente em uso.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *